Frente a frente não tem crase – ou Amebas googleantes 2, a missão

Mais fofocas do WordPress. Agora, meu sistema editor de blog avisa que uma das buscas do Google que trouxeram o navegante a este caldeirão é esta aqui:

A frase viu-se frente a frente com o inimigo tem crase?

Ok, Vamos lá. Neste post aqui eu falei que uma das formas de se descobrir se determinada expressão recebe ou não o famigerado acento grave é substituir a palavra feminina depois do a por uma palavra masculina. Se com essa substituição a expressão a tornar-se a combinação ao (artigo a + preposição o), então no original teremos crase, já que o sinal de crase indica um a que faz jornada dupla no texto: trabalha como artigo e preposição.

Substituamos, pois, a palavra frente, feminina, pela palavra lado, masculina. A frase fica assim:

Viu-se lado a lado com o inimigo.

Uia! Não pediu artigo! então, esse a na frase faz jornada única, é só artigo. Se não tem preposição, não tem crase. Portanto, no original, a frase não leva crase.

Ou seja: a expressão frente a frente não precisa de crase. Ela dispensa o a artigo, fica só com o a preposição. Fikadika, portanto.

Share

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress