Hinos de colégios

Share Button
de Hamilton Elia / Francisco Braga
“Nós levamos nas mãos o futuro
De uma grande e brilhante nação.
Nosso passo constante e seguro
Rasga estradas de luz na amplidão.
Nós sentimos, no peito,
O desejo de crescer, de lutar, de subir,
Nós trazemos no olhar o lampejo
De um risonho e fulgente porvir.
Vivemos para o estudo
Soldados da ciência.
O livro é nosso escudo
E arma, a inteligência.
Por isso sem temer
Foi sempre o nosso lema:
Buscarmos no saber
A perfeição suprema.
Estudaram aqui brasileiros
De um enorme e subido valor.
Seu exemplo segui, companheiros
Não deixemos o antigo esplendor.
Alentemos, ardente, a esperança
De buscar, de alcançar, de manter
No Brasil a maior confiança
Que só pode a ciência trazer.
Vivemos para o estudo
Soldados da ciência.
O livro é nosso escudo
E arma, a inteligência.
Por isso sem temer
Foi sempre o nosso lema:
Buscarmos no saber
A perfeição suprema”.
TABUADA
– Ao Pedro II tudo ou nada?
– TUDO!
– Então como é que é?
– TABUADA!
Três vezes nove?
Vinte e sete!
Três vezes sete?
Vinte e um!
Menos doze?
Ficam nove!
Menos oito?
Fica um!
ZUM ZUM ZUM
PARATIBUM
PEDRO II!!!

Colégio Pedro II – Rio de Janeiro

de Hamilton Elia / Francisco Braga

“Nós levamos nas mãos o futuro

De uma grande e brilhante nação.

Nosso passo constante e seguro

Rasga estradas de luz na amplidão.

Nós sentimos, no peito,

O desejo de crescer, de lutar, de subir,

Nós trazemos no olhar o lampejo

De um risonho e fulgente porvir.

Vivemos para o estudo

Soldados da ciência.

O livro é nosso escudo

E arma, a inteligência.

Por isso sem temer

Foi sempre o nosso lema:

Buscarmos no saber

A perfeição suprema.

Estudaram aqui brasileiros

De um enorme e subido valor.

Seu exemplo segui, companheiros

Não deixemos o antigo esplendor.

Alentemos, ardente, a esperança

De buscar, de alcançar, de manter

No Brasil a maior confiança

Que só pode a ciência trazer.

Vivemos para o estudo

Soldados da ciência.

O livro é nosso escudo

E arma, a inteligência.

Por isso sem temer

Foi sempre o nosso lema:

Buscarmos no saber

A perfeição suprema”.

TABUADA

– Ao Pedro II tudo ou nada?

– TUDO!

– Então como é que é?

– TABUADA!

Três vezes nove?

Vinte e sete!

Três vezes sete?

Vinte e um!

Menos doze?

Ficam nove!

Menos oito?

Fica um!

ZUM ZUM ZUM

PARATIBUM

PEDRO II!!!

***

Colégio Militar – Brasília

Letra: Vadim da Costa Arsky

Música: Evanildo B. de Moura

Eu sou

no cerrado seco e duro

Semente do futuro

Amanhã do ano 2000

Eu sou

A alvorada da vitória

Promessa de mais glória

Na História do Brasil

Eu sou

Na cidade da esperança

Um sonho de pujança

Mundo novo a caminhar

Eu sou

A garantia do resgate

Da vitória no combate

pela Pátria que é meu lar

Eu sou conquistador

Quando em defesa

Da justa lei da honra e do civismo

Das terras de pujante natureza

Q`herdei como nobreza

De um passado de heroísmo

Eu sou com muito orgulho um brasileiro

Que ostenta a nobre estrela tutelar

No alto do Planalto Maravilha

Na terra de Brasília

Sou Colégio Militar

Hurra

***

Colégio Santo Amaro – Rio de Janeiro

Glória e louvor a Santo Amaro,

Deste colégio protetor

Ele que é nosso guarda e amparo

Junto de Deus, nosso senhor

Ó vós glorioso e grande santo

Vossas filhas abençoai

Os corações vos amam tanto

Sede vos sempre nosso pai

Coragem e ânimo, alegria

Para o colégio nosso honrar

É necessário cada dia

Com mais estímulo estudar

Vamos valentes, sempre avantes

Para podermos conseguir

Uma instrução forte e brilhante

Que nos dê glória no porvir

E tu, colégio, da memória

Nossa jamais te apagarás

Nós te daremos honra e glória,

Tu honra e glória nos darás

Recebe o preito de ternura

De nossa alegre infância em flor

A gratidão mais viva e pura

Junto ao mais vivo e puro amor

***

Share Button

Publicado com o WordPress