O verbo assistir e a voz passiva

Share Button

Pois bem. Vocês se lembram que eu larguei cêistudo com a pulga atrás da orelha, com a história de verbo que não pode ir pra voz passiva mas vai?

Então, acompanhem meu raciocínio.

Vamos transformar da voz passiva para a voz ativa a frase

O jogo foi assistido por duzentas pessoas

Duzentas pessoas assistiram o jogo.

Porque o objeto direto da voz ativa é o sujeito na voz passiva, e objeto indireto não entra nessa brincadeira de escravos de Jó.

 

Certo?

Er… Há controvérsias.

De acordo com a língua falada, tá certíssimo. Todos dizem “eu assisto televisão, eu assisto o jogo, ele assiste novela” e por aí vai. Taí o Google que não me deixa mentir.

Mas o verbo assistir no sentido de ver, acompanhar como espectador, não é transitivo direto.

Tio Antônio, ajuda:

Assistir

1 ( trans ind ) [prep.: a] estar presente a (determinado acontecimento, fato, ocorrência etc.), observando-o e acompanhando o seu desenrolar; presenciar, testemunhar, ver ver GRAM/USO a seguir

   ‹ a. ao acidente ›

2 (trans ind ) [prep.: a] ver e ouvir (um espetáculo, encenação teatral, concerto, dança etc.) ver GRAM/USO (b) a seguir

   ‹ a. ao concerto › ‹ a. à missa ›

3 ( t.d., trans ind. bitrans. ) [prep.: a, em] acompanhar (enfermo, moribundo etc.) para prestar-lhe socorro material ou moral

   ‹ a. o doente (em seus piores momentos) › ‹ é perito em a. aos enfermos mais graves

 

Gramática e Uso

 

  1. a) este v., com o sentido de comparecer, ver, tendo como complemento um pronome pessoal, não admite a forma lhe(s), somente a ele(s), a ela(s): assisti a ele (filme) em Nova Iorque; b) no português do Brasil, é comum o uso, mesmo pelas pessoas cultas e na literatura, deste verbo como t.d.: assistir o filme, a sessão etc.

 

Ou seja: se você assiste o jogo de futebol, dona Norma Culta quer porque quer que você preste assistência ao jogo em questão. [espaço aberto para você inserir a piadinha ah, mas o meu time tá mesmo precisando de assistência!]. Se você estiver só vendo o jogo em questão, dona Norma Culta manda (ela é muito mandona) que você use o verbo assistir acompanhado de preposição – logo, não existiria voz passiva do verbo assistir no sentido de ver, acompanhar.

Mas o verbo assistir não tem saco pra dona norma culta. Não aqui no Brasil. Não espalhem, mas ele anda tendo um caso com a voz passiva, e dona norma culta bem desconfia. Tá a fim de dar umas piaba nazidéia dos dois. Mas o casal promete resistir!

Share Button


6 comentários sobre “O verbo assistir e a voz passiva”

  1.        » Voz passiva: você está fazendo isso errado comentou:

    […] Mas tem UM caso em que a regência indireta de um verbo não o impede de ir pra voz passiva – dona Norma Culta não reconhece esse filho bastardo, mas ele já é celebridade no português brasileiro. Alguém arrisca a chutar que verbo é esse? (Atualização: o post-spoiler de verbo está aqui) […]

  2. andre i souza comentou:

    Obrigado pela assistência, madrasta. Agora posso dormir em paz. #numfazmasissonão

  3. Marlena comentou:

    Pelas suas dicas, sabia que era o verbo assistir, mas e o verbo obedecer?

  4. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    Marlena e André,
    o verbo assistir é o que chama mais atenção. Mas todos os verbos que pela Norma Culta devem ser transitivos indiretos, mas que fazem voz passiva entram nessa jogada. Obedecer inclusive. Visar também.
    Reparem que, na voz passiva, o verbo é “entendido” como se fosse transitivo direto… 😀

  5. andre i souza comentou:

    Madrasta,
    só uma observação: Na verdade, não é uma exceção, EXCEÇÃO, né? Pois a dona norma NÃO admite tal construção na voz passiva, apenas configurou-se em uso comum, no Brasil, o “assistir o jogo…”. Então o mesmo não acaba valendo para os outros VTI não pronominais?

    Pensando assim (Tapem o nariz!), é que achei que não poderia ficar apenas num único verbo (Desculpe-me, tio Antônio).

    Arre! Lá vai:

    “Todos esportistas visam a medalha.” ↔ “A medalha é visada por todos esportistas” – huuummmm, chegaduê!

    Sei que é HORRÍVEL. Mas com “assistir” também o é.

    Escusa-me, madrasta, mas sou tapadinho e, por consequência, chato. #levamalnão

  6. andre i souza comentou:

    VTI, que na VP traveste-se de transitivo direto. Pronominais ou não. Valeu, madrasta.

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress