A performance diferenciada da ilha de Fidel

Aiomeusaco! Dez sílabas pra dizer que os cubanos são melhores?!?!

Aiomeusaco! Dez sílabas pra dizer que os cubanos são melhores?!?!

Bom dia pra você também. Isso se você acha que o dia está bom! Porque o dia já me começou com um típico texto de segunda! Aqueles textos que só ocorrem às segundas-feiras, e são feitos com o explícito propósito de me irritar!

Pelo menos, o conteúdo do texto tem uma fina ironia por trás. Foi postado no UOL Educação. Mais precisamente aqui. E fala sobre o mau desempenho de alunos que não tiveram bons professores (tadinha da tia Maricota, sobrou pra ela!).

A história é a seguinte: professores cubanos são mais bem preparados (por favor, hoje é segunda-feira, ainda não deu meio-dia, e eu estou com sono. Não venha me dizer que o correto é melhor preparados, pra não virar sapo! Outro post sobre isso a seguir!). Portanto, formam alunos melhores, que têm melhor desempenho.

Daí, a ameba me chegae me tasca essa expressãozinhahorrororooooooooooosa no final do primeiro parágrafo! BLEARGH!!!

Ela não queria repetir as palavras desempenho superior das duas primeiras linhas. Até aí tudo bem. Mas o que aconteceu com o pronome demonstrativo isso? Qual o problema com o isso? O isso é tão prático nessas horas!

E, ainda por cima, a performance diferenciada de dona ameba veio seguida de uma expressão carregada de preconceito: a ilha de Fidel. Não só ela já se esqueceu que Fidel não é mais o maioral (ele pode ser uma espécie de Rubinho com o primeiro prêmio do GP, ou ainda um Schumacher com status de Barrichello, mas não é mais um puro Senna ou um puro Piquet, por exemplo) em Cuba, como a ilha NUNCA pertenceu a ele, e sim aos cubanos.

Quem escreve ilha de Fidel já denota preferências políticas – algo condenável num texto jornalístico, que deve (ao menos deve, né?) pretender-se isento. E a pobrezinha ainda teve que elogiar a… ilha de Fidel no texto. Bem feito! Quem mandou tentar empolar a redação?

Performance é expressão aportuguesada. Há quem prefira [Dona Bruxa levanta o dedinho e diz: eu! eu! eu!] relegá-la ao ostracismo absoluto, e trazer o desempenho, sua versão 100% portuguesa, para as luzes da ribalta. E diferenciada é a @#$#$¨$%$%¨! Já falei sobre o diferenciado aqui. Então, eu pergunto: o cálculo do diferencial de performance deu quanto, querida?

Se, em vez de escrever Segundo o pesquisador Martin Camoy, há uma razão para essa performance diferenciada na ilha de Fidel: a tchutchuca tivesse redigido

Segundo o pesquisador Martin Camoy, há uma razão para isso:,

Minha segunda-feira estaria bem melhor.



Um comentário sobre “A performance diferenciada da ilha de Fidel”

  1. Jeabusy comentou:

    Proscar Para La Alopecia Propecia Cytotec Generique Get High Off Of Amoxicillin tadalafil cialis from india Cipla Nosipren Prednisona

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress