Café cultural

Mais uma de ectoplasma suíno.

Esse aviso leeendo está coladinho na máquina de café espresso da empresa onde a supracitada ectoplasma trabalha.

Vamos sorvê-lo aos poucos, como se um delicioso expresso fosse:

orly

Aí eu fico pensando: será que tem gente que acredita que, ainda que se use o aparelho de forma inadequada, ele vai funcionar direito? Tenho medo de pensar que tem gente que acredita nisso, viu?

Até porque, a correta utilização de QUALQUER aparelho leva a seu bom funcionamento (à exceção dos computadores, mas deixa isso prá lá).

Segundo que a expressão espresso é correta em italiano, mas não o é em português.

A palavra expresso (ex + presso) também pode significar retirado sob pressão. Querem ver só?

Falaí, tio Antônio:

Ex-

1) da prep.lat. ex/e ‘movimento para fora, tirado de’, (…);

2) do pref.prep.gr. eks- ‘fora de’ (conexo com ec-): exantema;

Daí que eu quero ver algum dicionário aceitar o espresso. Se aceitar eu chamo no braço!!!

E vai logo tomar seu café antes que esfrie, oras!!!



3 comentários sobre “Café cultural”

  1. ectoplasma suina supracitada comentou:

    Cada vez que olho, me delicio com o excelente uso de maiusculas e minusculas na frase …

  2. ectoplasma suina supracitada comentou:

    vc não gosta do Tio Micke?
    ele tem a vantagem de ser aberto: http://michaelis.uol.com.br/

  3. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    quérida, uso a família inteira: tio antônio, padrinho Aurélio, primo Michaelis… é que o Tio antônio mora aqui no caldeirão, sabe?
    Até mesmo Compadre Aulete ganhou puxadinho aberto no UOL… tá lá o linque dele no menu direito do caldeirão…

    Bjoquinhas! :o)

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress