Cuidado, Deus é petista

Não, não me acusem de ser petista. Não me digam que estou defendendo o PT. Não tenho poderes para isso (felizmente ou infelizmente, o advérbio de modo fica a seu critério). Já tem um tempo que eu defendo a tese de que não só Deus é brasileiro como ele carrega uma estrelinha vermelha na lapela.

Porque, né? Eu, na qualidade de Madrasta do Texto Ruim, tenho alguns parcos poderes para exorcizar textos mal escritos. Mas só Ele, que tudo vê e a tudo assiste, tem poderes de castigar os outros.

Deus já defendeu PT e Lizinácio de poucas e boas, viu? Já deixou nego escapar daquela história do mensalão (malcontado bagarai, né? Confesso que eu não entendi lhufas do que aconteceu, em parte por que a primeira pergunta que eu fiz quando começou o quiproquó – “Como assim Roberto Jefferson?!?!?!” – nunca me foi respondida. Fiquei sem entender a novela…), daí quando começou a ameaça de apagão Deus fez chover nas cabeceiras dos rios e acabou a ameaça de apagão, daí veio a crisona internacional braba que, no frigir dos ovos, foi-nos uma marolinha mesmo, e…

… e finalmente chegamos ao texto do Ig.

Quem manda sacanear sindicalista protegido por Deus? Pois o Altíssimo castigou, e castigou feio…

Confiram o que aconteceu na sequência dos parágrafos:

Segundo Roberto Santiago, coordenador sindical da campanha de Marina, deputado federal e consultor da UGT, a candidata do PT diz que é “amiga do movimento sindical, mas não é”. Santiago também atacou Serra e disse que o tucano tem “aljeriza” [Ooops! coisa feia, zifio! O certo é ojeriza, companheiro!] (sic) [daí vem o texto da reportagem do Ig e, corretamente, indica que trata-se de reprodução das palavras de terceiros, e que a expressão não é do redator do texto em questão. OK. Correto. Identificou um erro de português e destacou. Poonto positivo!] pelo movimento sindical.

O sindicalista Temístocles Marcellus, dirigente do Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sind-Saúde/MG), também não polpou [aí vem o parágrafo seguinte e a zifia redatora marca uma touca dest’amanho, e decide que o verbo poupar e todas as suas conjugações se escrevem com a letra éle. Aham, sei… viu que castigo, zifia? Isso é coisa de Deus, cuidado…] críticas à candidatura de Dilma Rousseff.(…)

Ojeriza é uma palavrinha sacana e safada, que em espanhol é escrita com agá e em português não é (tem outra que é assim também, mas não me lembro agora qual é)

[plim, plim!]

Mensagem do Luiz Zampollo clareia os neurônios desta que vos fala e lembra qual a outra palavra que em português não tem agá mas ganha a referida letrinha na língua espanhola: “ Umidade – Humedad.”).

Voltemos ao texto do post, pois…

[plim, plim!]

E não é lá tão usada assim, nego tem o direito de, vez que outra, escorregar (é, tô tomando partido, sim, tá pensando o quê? Cês querem que eu brigue com DEUS?!?!?! TÁLOKA, SANTA?!?!!?!).

Mas o verbo poupar é pouquinha coisa mais usado que ojeriza, né?

Enfim, quem sou eu para brigar com Deus, né? só servi aqui de canal de fofoca, mesmo….

Quer dizer, eu não. Quem me mandou esse e-mail foi o Jefferson Alves… eu só servi de…. de quê, mesmo? 😉



3 comentários sobre “Cuidado, Deus é petista”

  1. Jefferson Alves comentou:

    Eu imaginava que poderia sair uma bela aula de português, mas conseguiste me surpreender (já devia ter aprendido).

    Parabéns pelo texto!

    Abraço.

  2. Mario Abramo comentou:

    Vossa Calderoscência sisqueceu q o verbo polpar é um verbo não defectivo (pode ser até catártico ou emoliente, depende), composto em palavra-valise (cf Rv. Charles Dogson, aka Lewis Carroll) dos verbos poupar e apalpar. Tio Antônio não sabe disso ainda, não anda pelas baladas pra ver o q acontece.

  3. Luis comentou:

    Ajuda tardia: Umidade – Humedad. 😉

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress