De publicidades e gênios

Este post é dedicado (/rádio brega) às amebas da facu que fizeram aquele comercial de bosta que tanto me irritou.

Poi zé. O comercial da facu me deixou mal. E irritada. Nessas horas, pra eu não ter ganas de esfolar tudo quanto é publicitário que se diz genial, eu começo a cantarolar esse jingle da Vasp aí de cima.

É uma excelente terapia contra a burrice e mediocridade reinantes no mundo atual. A música é deliciosa, gruda nas ouvidos de forma simpática, e ainda me traz lembranças deliciosas da infância (nessa época, eu ainda não voava de vassoura). Tão gostosas que, ao final da musiquinha, eu já estou com lágrimas (de emoção) nos olhos. Infelizmente, se algum comercial contemporâneo me trouxer lágrimas aos olhos, será de raiva e ódio. Maus tempos…

A letra desse jingle é simplesmente genial. Ou genialmente simples. Passa o recado, transmite uma aura de simpatia e de tranquilidade para um ato que não é tranquilo para todos os mortais: decolar e voar em um avião. Também, é covardia: ela foi composta pelo Théo de Barros, que foi simplesmente o parceiro do Geraldo Vandré em Disparada (ai, analfabeto! Não sabe do que estou falando? Joga no Google!).

Repare que quase todos os versos, quando cantados, ficam com sete sílabas, e como elas se encaixam de forma deliciosa na melodia. Coisa que o pessoal daquela época (Chico Buarque, Geraldo Vandré, Théo de Barros, etc, etc, etc) fazia com um pé nas costas.

Atenção…
(viaje bem, viaje Vasp)

Céu azul…
(viaje bem, viaje Vasp)

Atenção
Você com essa ficha na mão
[8 sílabas]
dirija-se ao portão[7 sílabas]
e embarque neste avião[7 sílabas]

(boa viagem!)
Largue o chão
escolha uma direção
[7 sílabas]
aperte o seu cinto e [6 sílabas]
solte a sua imaginação [8 sílabas]

(Voe vasp)
Céu azul
Leste, oeste, norte ou sul
[7 sílabas]
você livre pelo ar [7 sílabas]
com quem gosta de voar [7 sílabas]

A Vasp abre suas asas, sua ternura
Pra você ganhar altura

Viajar…..
Vo-ar….
(viaje bem, viaje Vasp)

Lembre-se desse jingle na próxima vez que você tiver que encarar uma fila quilométrica no aeroporto com aquele bando de funcionário mau-humorado te tratando feito pedra.
Aí, só de pirraça, cante essa musiquinha pra eles!



3 comentários sobre “De publicidades e gênios”

  1. Cacilda comentou:

    Prezada Madrasta;
    Eu não viajo de Vasp. Assim como o corvo, eu sou never more. Agradeço a análise.

    E óia que pérola na página inicial do Estadão de hoje:
    “Kassab
    Nestlé vai fornecer leite em pó usado na merenda”
    Isto *estava* na primeira página on-line. Tiraram. Mãããs, se quiser ver o treco e ilustrar o texto podre com imagem comprobatória, favor entrar aqui:
    http://74.125.47.132/search?q=cache:T7RHnat5H4IJ:www.estadao.com.br/home/+%E2%80%9CNestl%C3%A9+vai+fornecer+leite+em+p%C3%B3+usado+na+merenda%E2%80%9D&cd=2&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br (santo cache do Google, eu te amo!)
    Daí verás a belíssima notícia, podre em todos os sentidos:
    http://txt.jt.com.br/editorias/2009/05/19/pol-1.94.9.20090519.1.1.xml

    Leite em pó usado pode? Tão caro e já vem usado?
    []s procê.

  2. objetivandodisponibilizar comentou:

    Mas só depois de aprovar sua mensagem é que eu vi a pérola à qual vc se referia….
    Mas isso é uma belezuuuuura!
    Vai ao ar mais é já!

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress