O benfeito é bem-feito. Calma que eu explico!

Adoro esses quiproquós do Twitter!

*** aqui começa um breve nariz de cera. Leia se tiver saco***

Agorinha há pouco a Rosana Hermann tava reclamando que bem-feito a partir de janeiro deverá ser escrito benfeito. Daí que várias pessooas reclamaram da nova ortografia pereré pão duro blablablá todas discute no Twitter (por favor, não corrija o português, sei que está errado, foi de propósito). Eis que a Marinilda (já disse que curto horrores a Marinilda? Gente, curto horrores a Marinilda, viu?) bateu o pé e disse que benfeito não existe nem jamais existirá. Daí que esta anta que vos fala foi ver o que Evanildo Bechara tem a dizer a respeito. E num é que a Marinilda tá certa, sô?

*** aqui termina o breve nariz de cera. Pode ler daqui pra baixo!***

Enfim, que eu fui ver qual é a desse negózdi bem-feito. Diz a 2ª Edição ampliada e atualizada pelo Novo Acordo Ortográfico da Gramática Escolar da Língua Portuguesa, de Evanildo Bechara (p. 611):

Em muitos compostos, o advérbio bem aparece aglutinado ao segundo elemento, quer este tenha ou não vida à parte quando o significado dos termos é alterado:

  • bendito (= abençoado),
  • benfazejo,
  • benfeitor,
  • benquerença e afins:
  • benfazer,
  • benfeitoria,
  • benquerer,
  • benquisto,
  • benquistar,
  • benfeito (substantivo; = benefício); cf. bem-feito (adjetivo = feito com capricho, harmonioso), e
    bem-feito! (interjeição)

Em língua de gente, é o seguinte:

Quando você quiser dizer “troço feito direito”, pode escrever bem-feito, assim, com hífen. Vai na fé de Bechara e seja feliz.

Mas se a sua intenção é dizer que o negócio é um benefício, aí você junta tudo, troca o eme pelo ene (porque aquele papinho de antes de p e b só se usa m não vai morrer tão cedo), escreve benfeito, entende que é substantivo e se agarra dicumforça em Evanildo Bechara pra se garantir na história toda.

Porque se você se agarrar a Tio Antônio Houaiss, ele vai te dizer que benfeito é como você deve escrever bem-feito de agora em diante.

(Prevejo confusão, brigas, balbúrdia e desentendimentos em janeiro de 2012 por causa desse (des)acordo ortográfico. Inda bem que em dezembro de 2012 o mundo acaba…)



5 comentários sobre “O benfeito é bem-feito. Calma que eu explico!”

  1. lzlala comentou:

    E eu que quando estava no primário achava que era tão importante escrever corretamente as palavras e me esmerava no caderno de caligrafia… quer saber vá tudo a puta que pariu essa nova ortografia, estou velha pra desaprender a escrever!

  2. Lola comentou:

    Cara, é sério, eu tenho vontade de chorar com este novo acordo ortográfico. Por que, meu Deus? Será que ninguém percebeu que a próxima língua necessária a todo ser humano será o mandarim e não a nossa querida portugesa. Deixem a nossa portuguesa em paz!

  3. Márcia comentou:

    Deus me livre deste novo acordo ortográfico. Estou desaprendendo tudo que tinha orgulho de fazer. “Fechei” todas as provas de português que fiz durante a minha vida. Nego-me a ter que escrever de maneira incorreta. PQP

  4. Márcia comentou:

    Ah, nem!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Jose Eustáquio comentou:

    É por isto que ninguem aprende a escrever a famosa LINGUA PORTUGUESA!!!!!!!

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress