Palavras do dia

Por falar em gente besta que empola o texto pra deixar o dito chique, deixemos que tio antônio explique dois verbetes usados por esta (besta) que vos fala no post abaixo.

Quiçá
n advérbio
possivelmente, mas não com certeza; talvez, porventura
Outrem
n pronome indefinido
pessoa que não participa do processo de comunicação e cuja menção é imprecisa ou indefinida (seja porque o falante não sabe, seja porque não lhe interessa dar a indicação precisa); outra pessoa
Ex.: não eram suas as frases, eram de o.
E se alguém souber como eu faço pra que o WordPress volte a me deixar riscar trechos dos meus textos, eu agradeço, viu? Haja malcriação!


2 comentários sobre “Palavras do dia”

  1. Renato comentou:

    Bruxa, entra no http://globoesporte.globo.com. Tem uma chamada no mínimo estranha:

    Alecsandro vê dedo de Roth em sua boa fase. Hehehe

    Alecsandro é irmão do Richarlson, do São Paulo.

  2. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    ô, zifio… quando for assim, faz favor de orar aos deuses do print-screen e me enviar a prova do crime de lesa-lógica por e-mail…
    eu só fui ver sua mensagem agora, quase à meia-noite. Num tava mais lá a chamadjeenha malvadjeenha… 🙁

    De qualquer forma, falar que tal coisa “tem o dedo” disso ou daquilo é até bonitinho. Mas é bom evitar essas expressões quando os envolvidos são jogadores de futebol com históricos sexo-vivenciais nebulosos, né? Concordo contigo…

    saudações e volte sempre!

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress