Pergunte à bruxa: ideia de plural, palavra no singular – como proceder com a concordância?

Daí que o Rafael Galeoti me fez esta consulta no meu Faceboook:

Achei isso na FOLHA, queria compartilhar contigo. Sei que eu também tenho dificuldades com “palavras no singular que querem dizer coisas no plural” (casal quer? Casal querem?), mas pelo menos sei que “casal QUERER” está longe do correto, rs…
Enfim, qual é a forma correta? Aproveito: que tal um post explicando isso? Eu, como leitor fiel, ficaria muito agradecido (e não, não faço questão alguma de créditos pela imagem, enfim…)

 

Salve, zifio!

Entendo e respeito sua dificuldade. A confusão é justificada, mas é a partir da confusão que dar-se-á a luz (nossa, que lindo! Inté emocionei! :D) para a compreensão da bagaça: a ideia é de plural, mas a palavra é singular.

E eu vou aproveitar pra enfiar aqui também a explicação pra concordância da palavra maioria, que assim como o casal, dá ideia de plural e embola azidéia da… maioria das pessoas! 😛

Senão vejamos:

um casal = duas pessoas

dois casais = quatro pessoas, separadas em dois grupos de duas pessoas

três casais = seis pessoas, separadas em três grupos de duas pessoas

etc, etc, etc, etc…

Portanto, a ideia AIQUEMERDA!!! QUE SACO FICAR ME POLICIANDO PRA NÃO ACENTUAR ESSA IDÉIA, CACETE!!!! deve ser relegada a segundo plano nesses casos…

Então, temos:

Um casal quer morar junto

Dois casais querem morar juntos (e como diria a Katylene: é soorooba?)

Raciocínio idêntico deve ser o usado pra fazer a concordância com a palavra maioria.

A maioria das pessoas é chata. <– quem é chata é a maioria, não as pessoas. 

A maioria dos homens heterossexuais é bonita <– novamente, bonita está concordando com maioria 

A maioria das mulheres entende que homem é tudo igual.

 

Tudo isso pra concluir que maioria é uma só, e singular. As pessoas é que são plurais…. 😀 \o/

Mas permitam-me aqui copicolar a explicação e a tangente do Manual de Redação do Estado de São Paulo com relação à maioria. Simplesmente amei (principalmente a tangente!) 😀 :

Maioria. Veja como fazer a concordância de a maioria de e maior parte de. 1 – Deixe o verbo no singular quando estas expressões antecederem uma palavra no plural. Proceda da mesma forma com grande número ou grande quantidade de, uma porção de, (uma) parte de, um semnúmero de, etc. Exemplos: A maioria das pessoas assistiu ao show em silêncio. / Grande número de crianças cantou o Hino Nacional. / Parte deles chegou atrasada. / Estava ali grande quantidade de pássaros. (Admite-se a concordância no plural, em alguns desses casos; no Estado, porém, use a forma indicada.)

2 – Se se considerar a construção estranha, em alguns casos (exemplo: A maioria dos soldados foi ferida), pode ser intercalada a expressão na maioria ou alguma das outras: Os soldados, na maioria, foram feridos. / Os trabalhadores, em grande quantidade, foram demitidos.Maior, menor. 1 – Não existem as expressões “a menor”, mas apenas a mais e a menosdinheiro a mais (e não “a maior”), quantia a menos (e não “a menor”). 2 – Uma pessoa é maior ou menor, e nunca “de maior” ou “de menor”. Assim: Ele é menor (e nunca “de menor”)

Conclusão: desta vez, não posso dizer PORRA, FOLHA! O texto tá certo… <– Atualização:
POOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOTAQUEPAREEEEEEEEEEEEEEEEEOOOOOOOOOOOOOO!!! EU SÓ FUI REPARAR NO QUERER DEPOIS QUE A MARLA ME ALERTOU NOS COMENTÁRIOS!!!! PORRA DE ÓCULOS FRACO, MERDA!!!!

Marla, concedo-lhe portanto o sagrado direito de gritar PORRA, FOLHA aqui nos comentários. Grata pelo aviso, zifia! 😀

 

(P.S.: CADÊ O ZECA CAMARGO DE CALÇA RASGADA?!?!!?!? EU QUERO VEEEEEEEEEEEEEEERRRRRRRRRRRRRRRRRR #numpresto #valhonada)



12 comentários sobre “Pergunte à bruxa: ideia de plural, palavra no singular – como proceder com a concordância?”

  1. Marla comentou:

    Como assim, bruxa, a Folha tá certa!??!? Eles escreveram “Casal QUERER morar junto”. Nâo seria “Casal QUER morar junto”?!?!?
    Bj pa tu

  2. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    POOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOTAQUEPAREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!! EU NÃO VI O QUEREEEEEEEEEEEEERRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR!!!!
    Valeu pelo aviso, zifia! Deixa e correr pra alterar o texto!
    (Serve como desculpa se eu disser que meus óculos estão com grau errado?)

  3. Luis comentou:

    Já pensou se a calça do Zeca Camargo rasga no meio da bunda? Ainda bem que foi no meio da palestra. (cabe um “PORRA, FOLHA” secundário aí?)

  4. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    QUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  5. Yara CP comentou:

    “A maioria das pessoas é chata. <– quem é chata é a maioria, não as pessoas."

    Se as pessoas não é chata , a maioria também não. Quaaaaaaaaaaaaaaaaaa. (piada besta).

    []s

  6. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    huahuahuahuauahuahua

  7. Marlena comentou:

    O fundador da Playboy será destaque de que mesmo? Curiosa…

  8. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    Pô, piada pronta! Parece q ele vai ficar no camarote da Devassa…. 😀

  9. Marla Gass comentou:

    PORRA, FOLHA! (Ai, q prazer dá gritar isso! – apagar)

  10. Liz comentou:

    Aproveitando a deixa: O pessoal VAI fazer alguma coisa e de jeito nenhum VÃO fazer seja lá o que for. Pessoal é singular, mesmo que indique um milhão de pessoas!!!

  11. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    Isso, isso, isso! É um pessoal só – ainda que esse pessoal só reúna zilhões de pessoas…
    Pessoal é que nem “galera”, só que no masculino! 😀

  12. Ibiti comentou:

    E se a frase é a seguinte: o pessoal do atendimento e o da organização É animado ou SÃO animados? Afinal são dois tipos de pessoal ou isso não interfere e fica sempre no singular mesmo? Obrigada.

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress