Sarcasmo em um caractere

Imagine a situação: um americano ixxperto, cansado de ser mal-compreendido pelas American amoebas (leia-se amíbas, as amebas estadunidenses…), teve um estalo (não sei por que, mas acho que isso ocorreu no banho):

Eu deveria ganhar dois dólares por cada idiota que não entende o meu sarcas… mas espere! Por que eu não posso ganhar dois dólares em cima de cada idiota incapaz de compreender meu sarcasmo? Até porque, todo idiota tem potencial para ser otário!

Daí, esse americano ixxperto sentou-se em frente ao computador e fez um desenho qualquer. Batizou esse desenho de Sarcmark, ou ponto de sarcasmo. Deu-se ao luxo de registrar a coisa, o que lhe rendeu o direito de enfiar um símbolo ® de marca registrada ao lado, e está vendendo o caractere do sarcasmo por duas doletas pra qualquer otário pessoa com acesso à Internet.

Sarcmark, ou a marca do sarcasmo (!!!)

Sarcmark, ou a marca do sarcasmo (!!!)

Duvidam? A notícia saiu ontem no Daily Telegraph, mais precisamente aqui.

Deixa eu traduzir a coisa:

Now a US firm has come up with an ingenious solution to this very real problem – a new item of punctuation.
The SarcMark, as it has been named, is designed to be used in the same way as an exclamation or question mark.
Anyone concerned that the irony of their email or text message might not be appreciated by its recipient can use the symbol to close their sentence, thereby avoiding awkward misunderstandings.
The symbol – a dot inside a single spiral line – can be installed onto any PC running Windows 7, XP or Vista, as well as Macs and Blackberry mobile devices.
It can then be used in Word documents, instant messenger conversations, Outlook email and other programmes, just by pressing Ctrl and the full stop button.
The Michigan company behind the SarcMark have applied for a patent to protection their invention.
They have even published a sample list of sentences that would benefit from a SarcMark, including the words of British woman who was awarded only half of her National Lottery jackpot by a court after the winning ticket fell from her pocket and was claimed by someone else.
It appears that the irony of her statement – “It’s jolly decent of them to let me have a half share of my win” – was lost on some readers.
Paul Sak of the firm said that the new punctuation mark was not a gimmick and had serious potential applications, such as allowing deaf people to pick up sarcasm in subtitles.
The symbol currently costs $1.99 to download – a price that many may think deserves a SarcMark of its own.

Uma empresa americana surgiu com uma solução bem bolada para um problema bem real – um novo símbolo de pontuação.

O ponto de sarcasmo (em inglês the SarcMark), como foi batizado, foi criado para ser usado como um ponto de exclamação ou de interrogação.

Quem se preocupa com o fato de a ironia de sua mensagem não ser devidamente compreendida por seus interlocutores pode usar o ponto de sarcasmo para concluir sua frase, e assim evitar maiores equívocos.

O símbolo – um ponto dentro de uma linha em espiral – pode ser instalado em qualquer PC que rode Windows 7, XP ou Vista, Macs ou aparelhos Blackberry.

Esse ponto pode ser usado em em documentos Word, mensagens instantâneas, e-mails do Outlook e outros programas, com o atalho CTRL + ponto (CTRL+.)

A empresa que desenvolveu o símbolo tem sede em Michigan, e já solicitou patente para proteger sua invenção. Também aproveitou para publicar uma série de frases que se beneficiariam do ponto de sarcasmo, como as palavras de uma britânica que foi brigar na justiça pelo prêmio do bilhete de loteria que caiu do bolso dela e foi resgatado por outra pessoa, e acabou por ganhar do tribunal metade do prêmio.

Aparentemente, a ironia de sua declaração (ah, que bom que eles tiveram a decência de me permitir ter metade do que eu ganhei) não foi compreendida por alguns leitores.

O funcionário da empresa proprietária do ponto do sarcasmo, Paul Sak, afirmou que o novo caractere não é factóide, e que tem uma série de aplicações potenciais, como ajudar deficientes auditivos a compreenderem o sarcasmo das legendas.

O símbolo está disponível para download a U$1.99 – valor que muitos crêem merecer um ponto de sarcasmo.


Cara, o que que houve com o senso de noção do mundo? Quando eu era pequena, havia a expressão ler nas entrelinhas. E todo mundo sabia ler nas entrelinhas! Quando o Veríssimo escrevia um texto em tom de ironia, por exemplo,  todo mundo entendia. Agora, vira e mexe ele se vê obrigado a pedir desculpas aos que não entenderam a ironia de seus textos, e ainda tem a elegância de dizer que se um texto não é bem compreendido, é porque não está bem escrito.

Oh, querido Luis Fernando, isso não é verdade! Muitos textos bem escritos caem em mãos de amebas que não sabem ler entrelinhas. E é esse tipo de gente que começa a estragar a compreensão do mundo num tanto que nego se sente à vontade pra criar um troço como o ponto de sarcasmo – e cobrar por isso!

Uma sugestão à Microsoft: faça com que, nas próximas versões do Windows, a instalação do ponto de sarcasmo seja artigo opcional, disponível a partir da tela de acessibilidade (comandos especialmente desenvolvidos para os menos capacitados). Pra quem não entendeu, essa frase foi sarcástica!

Pensando bem, o americano que teve essa idéia é um gênio. Gênio. Vai faturar horrores às custas dos idiotas. Porque todo idiota tem potencial para ser otário a ponto de pagar dois dólares por um troço desses.

(E nego ainda vem me falar da relevância e do senso de oportunidade da Twittess…)

Se alguém achar que eu preciso de um ponto de sarcasmo, vou mandar fazer um curso de interpretação de textos! Volta pra escola e aprende a ler entrelinhas, ameba!



9 comentários sobre “Sarcasmo em um caractere”

  1. Paulo Sallorenzo comentou:

    Minha digníssima
    No mundo inteiro o número de analfabetos diminuiu, mas aumentou muito o de pessoas que não sabem ler.
    Isso mesmo. Não sabem ler. Não ouvem a leitura silenciosa porque fecharam as portas para ela.
    Estão costumados e ler manchetes de jornais e internet. Desde que sejam curtinhas.
    Paulão

  2. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    E é em cima dessas amebas que o gênio americano vai ganhar dinheiro. Mais precisamente dois dólares por otário pessoa.

  3. gaizinha comentou:

    Não sei dizer quem é mais ameba, quem compra essa idiotice ou quem acredita nela e se dispõe a divulgá-la, mas certamente seu criador não é uma ameba, e sim um comerciante nato. Sinto muito por todos os idiotas desse mundo, ou não, pois vão pagar por sua idiotice.

  4. j@iro, de sp comentou:

    Como assim, “ler nas entrelinhas”?
    Onde ficam essas malditas entrelinhas?

  5. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    Ah, as entrelinhas ficam entre duas linhas visíveis. Mas elas são linhas mágicas. Só os inteligentes, devidamente iniciados com muita leitura e um bom curso de interpretação de textos, as percebem!

  6. j@iro, de sp comentou:

    Madrasta:
    seu comentário à minha pergunta (com o número 5) tem por acaso alguma entrelinha?
    Ou será que todo ele é uma entrelinha, dispensando assim o texto propriamente dito?
    Esclareça por favor este perplexo não iniciado que, depois de ler seu comentário, apenas viu aumentar sua perplexidade.

  7. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    http://www.objetivandodisponibilizar.com.br/?p=1441
    Quem disse eu?
    Eu disse eu!
    Quem disse eu disse eu?
    Eu disse eu disse eu!
    Quem disse eu disse eu?
    (…)

  8. j@iro, de sp comentou:

    Para: Madrasta do texto ruim
    De: j@iro, de sp

    Madrasta, vejo que graças à tautologia, conseguiste chegar a algum lugar.
    Felicito-te e despeço-me.

  9. Tweets that mention » Sarcasmo em um caractere -- Topsy.com comentou:

    […] This post was mentioned on Twitter by Blog ImprenÇa, Madrasta Texto Ruim. Madrasta Texto Ruim said: Aê, @cesaraovivo , o caractere do sarcasmo de que eu lhe falei: http://bit.ly/bqMnfB […]

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress