Xuxa, Cláudia e um bordão especial pro desdém

Este post só saiu graças à ajuda de dois carinhas superbatutas 😀 que ajudaram esta bruxa pouco nerd a enfiar direito um vídeo do youtube (ainda que o canalha do wordpress tenha rapado fora o botãozinho verde dos filmes em flash). Por isso, agradeço horrores ao @jeffmart e ao @hordones. Valeu mesmo, meninos!!! \o/

Sério que eu ainda não fiz este post aqui? G-zuz! Tava crente que tinha feito logo depois do intransitivo viado do Ronnie Von! Bom, bora consertar o erro, né?

Era uma vez uma apresentadora loura de um programa infantil na TV Manchete. O ano era mil novecentos e oitenta e deixapralá. A produção era meio tosca, e cabia à loura apresentar, falar, cantar e gerenciar brincadeiras, roteiros, desenhos, intervalos comerciais e, principalmente, crianças tresloucadas e aleatoriamente soltas num estúdio de TV. Paciência e comiseração para com Maria das Graças Meneghel. Depois de ver esse vídeo, eu entendi a função das Paquitas…

Daí que durante um belo programa a Xuxa tinha a árdua missão de arrumar o estúdio pra fazer uma brincadeira. E todas as crianças teriam que sentar num canto lá enquanto rolasse a tal brincadeira.  E lá foi a Xuxa pedir, uma a uma, que as crianças fossem se sentar.

É quando entra em cena a coadjuvante menos famosa deste país, a Cláudia. Mostrou um papelzinho pra nossa atordoada apresentadora que, de tão preocupada em fazer geral se sentar, não deu a menor bola pra Cláudia ou pro que a menina lhe mostrava. E disse a frase banal:  Aham, Cláudia, senta lá! Acompanhem:

Ponto parágrafo. E passagem do tempo. (façam um barulhinho de vento soprando, por favor. Obrigada! 😀 )

Um belo dia, um desocupado resolveu subir pro Youtube uns troços que ele tinha gravado em fitas VHS, muito envelhecidas pelo tempo (putaquepariu, bruxa idiota, sério que você escreveu que as fitas foram envelhecidas pelo tempo? Me apresente alguma coisa envelhecida pelo espaço que eu preciso conhecer essa aberração das leis da física!). Dentre os vídeos escolhidos, o registro da Xuxa mandando a Cláudia sentar. As imagens já estão esverdeadas.

Outro desocupado assistiu ao vídeo e apaixonou-se pela frase inocente. Caiu na rede, virou peixe (me perdoem pelo clichê horroroooooooooooso!) e, graças a Maria das Graças Meneghel e dois desocupados, a expressão Aham, Cláudia, senta lá! virou sinônimo de desdém.

O mais curioso disso tudo é perceber que o youtube está fazendo o papel que há duas, três décadas, era exercido pelos programas de humor, que lançavam bordões repetidos à exaustão pela galera.

Mas isso é assunto pra ooooutro post! 😀



2 comentários sobre “Xuxa, Cláudia e um bordão especial pro desdém”

  1. Olavo comentou:

    Aham Cláudia, senta lá!

  2. ORRAIO comentou:

    Aham, Madrasta, senta lá!

Deixe o seu comentário aqui!

Publicado com o WordPress