Comemorar coisa triste: pode mas não pode!

Daí que geral estrebuchou no twitter por causa disso aqui:

Eu concordo. O Fantástico errou. Mas acertou também! Calma que eu explico:

Primeiro, vamos ver a definição de Tio Antônio para

Comemorar:

 transitivo direto

1 trazer à lembrança; recordar, memorar

Ex.: os textos comemoravam datas históricas

 transitivo direto

2 fazer comemoração, realizar cerimônia de evocação de (um fato, um acontecimento, uma pessoa etc.)

Ex.: c. o centenário de uma cidade

Daí vai aparecer um idiota e vai dizer: “viu só? Está certo! Por isso que o dicionário é o pai dos burros e explica direito e blablabla whiskas sachê etc. e tal.

Esse discursinho é típico de quem não entende como se comunicar. E não entende que comunicar-se é fazer a mensagem chegar até o receptor sem ruídos. Porque se geral ao ouvir o verbo “comemorar” só pensa na definição nº 3 de Tio antônio:

3 Derivação: por extensão de sentido.

celebrar com festa; festejar

Ex.: ele comemorou seu aniversário numa casa noturna 

Então, se você diz As comemorações dos dez anos do 11/9, por mais certo que você esteja, sua frase será entendida de forma errada pelo seu leitor. E se o seu leitor entendeu errado um troço que você escreveu, em boa parte dos casos a culpa é sua e você sempre pode ser mais claro. Portanto, larga de preguiça, para de cagar sabedoria (geral dizendo olha quem tá falando em 5,4,3…) e reescreve esse texto sem que ele tenha margem a interpretações outras:

O mundo se lembra dos dez anos do 11/9

Combinado?

 



8 comentários sobre “Comemorar coisa triste: pode mas não pode!”

  1. Tais Martins comentou:

    menina… (se tava estudando semana passada é uma menina) rsrs
    cheguei ao seu blogue sem querer por um comentário de um conhecido no facebook e encantei… to teu pulei pro Manual prático de bons modos e o alt+tab tá uma loucura aqui…
    hoje eu não durmo por conta de vocês…
    P.A.R.A.B.É.N.S.

    *em tempo, minha prima estudou no Monteiro Barbosa… mas muito depois de vc… (tipo ante ontem?
    Beijos… 😉

  2. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    noooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooossa, quanta coisa boa ssuncê contou zifia!
    Obrigada, obrigada, obrigada e obrigada! 😀 eu e a Hillé, do Manual prático, já tamos devendo muitas horas de sono pra geral, viu? 😉

    Mas me cuenta mais da sua prima: em que ano ela estudo no Monteiro Barbosa? Tia Soraya já tinha assassinado (oops!) o tio Lindáureo? Quem deu aula pra ela? Tio Joel inda tava lá?
    Ah, pede pra ela comentar no meu post!

    e mais uma vez: obrigada! Fique à vontade ,o caldeirão é todo seu! Aceite um cafezinho com bolo de fubá! 😛
    E volte sempre!

    Abraços,
    Madrasta

  3. Paulo comentou:

    E na lide da página principal:

    “Morre jogador que resistiu a queda de avião”

    Não seria melhor:

    “Morre jogador que havia resistido a queda de avião”

  4. Rogério comentou:

    ATENÇÃO!
    Pode haver algo de novo debaixo do sol, se nos unirmos a essas manifestações contra a corrupção da mídia, que o Blogueiro Eduardo Guimarães e o Movimento dos Sem Mídia estão se esforçando por mobilizar.
    http://www.blogcidadania.com.br/2011/09/atos-contra-corrupcao-da-midia-em-sao-paulo-e-no-rio/
    Nós vivemos reclamando, a cada dia das matérias absurdas, das intrigas constantes, dos crimes contra à honra dos cidadãos que a mídia comete, não é mesmo?
    Pois agora, chegou a hora de mostrarmos que somos consequentes. Se queríamos um movimento confiável, para puxar o cordão,para não comermos gato por lebre, aí está o Movimento dos Sem Mídia que já tem uma história de lutas e que conta como fundador um blogueiro progressista competente e confiável, o Eduardo Guimarães.
    Vamos à luta,que só papo não resolve. Temos que mostrar capacidade de UNIÃO e LUTA CONCRETA.
    Blogueiros e Blogados UNIDOS jamais serão vencidos!
    UNIDADE E AÇÃO!
    Rogério

  5. Madrasta do Texto Ruim comentou:

    er…. e o que isso tem a ver com a linha deste blog daqui?

  6. TS Bovaris comentou:

    Tudo a ver: madrasta do TEXTO RUIM, ora, desde quando um TEXTO BOM é publicado por uma mídia ruim? Textos bem escritos sim, mas bons não, portanto textos ruins, e sendo assim filhos legítimos da tal madrasta.

  7. k comentou:

    morri que você é de brasília! vim aqui há uns mil séculos, mas só hoje soube que você é daqui. adoooooro o seu blog. melhor do que o de certas “escritoras” de brasília, doutoras, ex-bbbs que atacam de dj e afins… e os erros de português lá? AFE.

  8. José comentou:

    Só pode ser uma tradução literal do inglês “commemorate”. Em inglês esse verbo significa “marcar uma data com uma solenidade” ou seja, não implica a ideia de “festejar” como “comemorar” em portugês. Nesse caso, seria usado o verbo “celebrate”.

Publicado com o WordPress